Seu ELETRICISTA é RUIM? ENTÃO VEJA ESSES AQUI!

Hoje vim mostrar alguns erros, que sei lá, podemos chamar de exagero, ou até mesmo loucura rsrs, mas que foram cometidos, talvez pela falta de um eletricista, ou até mesmo incompetência de um que diz ser eletricista!

Pra começar esse vídeo eu vou compartilhar com vocês esse vídeo que está circulando na internet desde 2017.

Essa residência ficou conhecida como “a casa das tomadas”, no vídeo podemos perceber que o responsável pela distribuição das caixinhas perdeu um pouco o controle, cheguei a contar mais de 20 tomadas em uma só parede dentro de um quarto.

É uma coisa surpreendente isso, sabemos que a norma NBR-5410 exige apenas uma quantidade mínima de tomadas por ambiente, e não fala de uma quantidade máxima, inclusive já fiz vídeo sobre isso aqui no canal, mas vou concordar que essa obra aqui faltou bom senso, o custo com cabeamento, tomadas, interruptores, placas cegas, vai pesar no bolso!

Outro vídeo que chamou minha atenção foi um ensinando “COMO NÃO SER UM ELETRICISTA”, está no ar desde 2014, confere aí:

Então, é comum a gente ver médico pilotando avião? Pois é já pensou você contrata um eletricista pra fazer uma manutenção na sua casa e ele começa a trabalhar dessa forma?

Os erros dele estão claros, trabalhar sem EPI, com circuito energizado, ferramentas inadequadas, usar termos técnicos errados, etc..

Então fica a dica a qualquer pessoa que esteja vendo esse vídeo, não contrate qualquer um para fazer instalações elétricas, procure profissionais qualificados.

Mas André como identificar se o cara é um bom eletricista?
Faz uma pergunta básica pra ele:

“Responde pra mim pra que serve o DR?” Ele deverá te responder que o DR é um dispositivo que protege contra choques elétricos, ou algo mais técnico como fuga de corrente.

E se você não entender qualquer coisa técnica que ele falar peça para ele te explicar melhor.

Se ele não souber responder isso, pula fora, é melhor prevenir do que remediar!

Quer obter mais  conhecimento na área elétrica e ter mais confiança e segurança para executar serviços elétricos?
👉 Clique aqui

O QUE ACONTECE? 2 SENSORES EM FASES DIFERENTES!

O que acontece se usar 2 fases diferentes para alimentar dois sensores de presença?

Será que QUEIMA? Será que FUNCIONA? Será que é ARRISCADO?

O vídeo de hoje veio mostrar na prática essa IDÉIA MALUCA!

Os sensores de presença servem especialmente para detectar a presença de pessoas em um certo ambiente.

Eles fazem isso através do reconhecimento de movimento ou alguns mais avançados através da temperatura corporal do indivíduo.

O funcionamento deles dependem diretamente do modelo escolhido e/ou do sistema de automação usado, ou seja cada necessidade tem sua aplicação.

Quer obter mais  conhecimento na área elétrica e ter mais confiança e segurança para executar serviços elétricos?
👉 Clique aqui

SERÁ QUE EXPLODE?! 🔥💣

O que acontece se EU LIGAR UM NOBREAK NA SAÍDA DELE MESMO?

A idéia de hoje veio do nosso amigo ANSELMO JUNIOR, falando que ele não tem coragem de fazer esse experimento!
Que tal então, colocarmos em prática essa IDEIA MALUCA?
Mas o que faz um NO-BREAK?

A função do no-break, como o próprio nome em inglês diz, é fazer o dispositivo ligado a ele funcionar sem interrupções. De forma mais específica, ele armazena energia, e permite que o aparelho continue funcionando mesmo que falte luz ou haja uma pane elétrica.

Mas então se ele tem uma bateria interna ao ligar sua alimentação na saída de energia dele, teremos uma energia infinita, pois a energia irá sair e entrar novamente no equipamento?
Ou será que teremos um curto por simplesmente criar um “circuito fechado”?

Fizemos o experimento é:

Bom então ficou visível que pelo menos não explodiu rsrs
Pudemos perceber também que o LED verde está acesso, indicando que a saída está ligada, e que o LED vermelho também, indicando que a entrada de energia está anormal ou desconectada.

RESUMO – Conectar um no-break nele mesmo só vai fazê-lo identificar que não tem nada conectado ali e desligá-lo.

Quer obter mais  conhecimento na área elétrica e ter mais confiança e segurança para executar serviços elétricos?
👉 Clique aqui

Fechamos um CURTO CIRCUITO numa garrafa com GASOLINA, veja o que aconteceu…

Fechar um curto na gasolina, será que explode?

Esse experimento foi proposto pelo nosso amigo Henry do canal ABC DO SABER

Então se você tem essa curiosidade se liga no vídeo completo.

A definição básica de fogo é um processo químico de transformação, onde o corre a rápida oxidação de um material combustível liberando calor, luz e produtos da reação, como dióxido de carbono e água.

A cor, a forma e a temperatura da chama podem variar em relação ao produto queimado, as substâncias presentes e as impurezas.

A partir da noção sobre calor e como ela afeta a propagação do fogo, é possível compreender a reação em cadeia.

Quando mais combustíveis entram em combustão, maior é a transmissão de calor para a atmosfera e para os produtos ao redor, com isso o fogo dente a propagar até que seja contido.

De forma que uma combustão, se não contida ou controlada, pode gerar outras queimas.

Para ter uma reação em cadeia, precisamos de: Combustível + Comburente (oxigênio) + Calor

Apoio: Crimper

Quer obter mais  conhecimento na área elétrica e ter mais confiança e segurança para executar serviços elétricos?
👉 Clique aqui

GARRAFA PET em cima do MEDIDOR ECONOMIZA ENERGIA?

Quem nunca viu uma garrafa pet, com água, sobre um medidor de luz? kkkk

Há alguns tempo atrás essa “dica”, vinda NÃO SE SABE DE ONDE, tornou-se uma prática comum no Brasil.

A intenção final era reduzir o valor da conta de energia. Mas será verdade?

Infelizmente, NÃO!

Alunos acadêmicos da PUC-RS chegaram até a fazer pesquisas sobre o assunto, mas para tristeza de muita gente, os resultados obtidos apontaram que ela não passa de um MITO, ou seja, colocar uma garrafa pet, com água, em cima do padrão de luz não exerce nenhuma influência para reduzir o consumo de energia.

Mas como isso começou?

Reza a lenda que uma mulher muito “esperta” no sertão nordestino traia seu marido com um amante, e, para dar sinal para o “Ricardão” de que o marido estava ausente, ela colocava uma garrafa dágua em cima do medidor de energia na frente da casa. Isso despertou a curiosidade dos vizinhos que queriam saber o porquê daquela garrafa naquele local, a desculpa inventada então era que servia para diminuir o custo da energia. Aí entã o a notícia espalhou pelas redondezas e já chegou a todo o país.

Vale lembrar que:

Fraudar o medidor de energia (fazer “gatos”) é CRIME e quem comete esse ato responderá processo conforme nosso Código Penal, art. 155, parágrafo 3º, conhecido como “furto de energia” e, se for pego, terá uma grande dor de cabeça.

Quer obter mais  conhecimento na área elétrica e ter mais confiança e segurança para executar serviços elétricos?
👉 Clique aqui

Você já INSTALOU Interruptor THREE-WAY só que BIPOLAR? – Ideia Maluca 07

Que tal aprender a ligar interruptores paralelos bipolares?

Esse tipo de interruptor é utilizado para acionar pontos de luz ligados entre os condutores fase e fase a partir de dois pontos distintos.

Não há muito segredo nesse tipo de ligação, basta prestar bastante atenção e fica super fácil!

Quer obter mais  conhecimento na área elétrica e ter mais confiança e segurança para executar serviços elétricos?
👉 Clique aqui

COMO ECONOMIZAR 12% DE ENERGIA NA SUA CASA Ideia Maluca 05

QUER SABER COMO VOCÊ PODE ECONOMIZAR 12% DE ENERGIA NA SUA CASA?

Que tal eliminar a luzinha do stand by sem ter que desconectar os aparelhos da tomada? E vale à pena, pois o modo stand by pode consumir até 12% de energia em uma casa.

Viemos ensinar uma “adaptação” para resolver de vez esse problema e claro ECONOMIZAR ENERGIA!

Aparelhos em stand-by podem gastar mais energia que durante o uso Os aparelhos ligados em stand-by (modo de espera) também são ladrões silenciosos de energia.

Segundo o Instituto Akatu, no caso de um aparelho de DVD, por exemplo,o gasto do aparelho ligado em stand-by pode ser maior que durante o seu uso.

Todos os aparelhos em stand-by podem representar 12% do consumo de uma casa.

Se o aparelho for usado por duas horas, duas vezes por semana, ficando o resto do tempo em stand-by, em um mês vai consumir energia suficiente para usar o DVD por quatro meses.

Fonte: economia.uol.com.br

Quer obter mais  conhecimento na área elétrica e ter mais confiança e segurança para executar serviços elétricos?
👉 Clique aqui

5.000 AMPERES DERRETE uma CHAVE DE BOCA??? Ideia Maluca 04

É POSSÍVEL DERRETER FERRAMENTA COM ELETRICIDADE (5000 AMPERES)?

Existem vários vídeos na internet mostrando esse experimento, mas será que rola ou não?

Aí que você deve parar pra pensar, se ligarmos um chuveiro que dissipa uma corrente bem alta em um cabo de 1,5mm2, será que esse cabo pega fogo e se rompe?

E será que essa “sobrecarga” tem algo a ver com a ideia de derreter metais usando eletricidade? kkkk

Agora é hora de testar, bora pro vídeo!

Será que derrete? 5.000 AMPERES DERRETE uma CHAVE DE BOCA. Fizemos esse teste maluco, 5000 Amp Fuse. Derretendo ferro com 5000 amperes. Photonicinduction. Amp.

FONTE DO VÍDEO

Quer obter mais  conhecimento na área elétrica e ter mais confiança e segurança para executar serviços elétricos?
👉 Clique aqui

COMO INSTALAR VENTILADOR DE TETO COM SENSOR DE PRESENÇA Ideia Maluca 03

Que tal ENTRAR em um AMBIENTE e o VENTILADOR “LIGAR SOZINHO”?

É o Ideia Maluca de hoje vem para “dar asas” a sua imaginação!

Se liga na sugestão do inscrito Julio Cesar que tá show de bola!

Assista ao tutorial de instalação: www.youtube.com/watch?v=aVFghqePK9s

Para adquirir esses sensores, clique nos links abaixo:

http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-890587843-sensor-de-presenca-qa17m-multifuncional-qualitronix-_JM

http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-890696828-sensor-de-presenca-qa23m-multifuncional-qualitronix-_JM?

Quer obter mais  conhecimento na área elétrica e ter mais confiança e segurança para executar serviços elétricos?
👉 Clique aqui

CARREGANDO PILHAS NÃO RECARREGÁVEIS… Ideia Maluca 02

Você sabe a diferença entre as pilhas não-recarregáveis e recarregáveis? E qual o modelo mais indicado para as suas necessidades?

Toda pilha funciona basicamente com a conversão de energia química em elétrica.

A comum é formada de zinco (em seu pólo negativo) e carbono (no pólo positivo), com ambos os elementos em contato por meio de uma mistura de dióxido de manganês, carbono, cloreto de zinco e amônio. Quando os pólos positivo e negativo são ligados externamente, ocorre uma reação química em que o zinco libera elétrons que atravessam o circuito externo. “O dióxido de manganês, em contato com o carbono, consome elétrons. Essas transformações químicas produzem uma diferença de potencial elétrico “a tensão” e, conseqüentemente, energia elétrica”.

Já as pilhas recarregáveis são na maioria das vezes compostas de uma liga de níquel cádmio. Na teoria, as pilhas comuns produzem uma reação não reversível, já as pilhas recarregáveis produzem uma reação reversível, o que permite usar e recarregá-las novamente.

Uma informação IMPORTANTE: pilhas alcalinas não são recarregáveis. São apropriadas para equipamentos que precisam de descargas de energia fortes e rápidas, equipamentos portáteis de som, câmeras fotográficas, MP3, brinquedos, jogos, lanternas etc. São mais eficientes em aplicações que requerem longos períodos de alimentação com correntes elevadas.

Já as pilhas recarregáveis oferecem maior aproveitamento em aparelhos eletrônicos, pois têm maior capacidade. Então quanto maior capacidade tem a pilha, mais tempo você conseguirá manter seu aparelho ligado.

No entanto, é comum não funcionarem mais após certo número de cargas e descargas. O motivo principal é que os compostos químicos vão perdendo a capacidade de armazenamento. Todos os tipos de pilha possuem compostos químicos que se deterioram com o tempo. Assim, todas têm um prazo de validade e não devem ser usadas após a data especificada pelo fabricante.

Quer obter mais  conhecimento na área elétrica e ter mais confiança e segurança para executar serviços elétricos?
👉 Clique aqui