😲 Esse QUADRO ELÉTRICO vai VIRAR FEBRE na ÁREA ELÉTRICA

Link do quadro: https://ift.tt/2I48Zwu
——

⚡️ AULA GRATUITA: Como Fazer Uma Instalação Elétrica Completa do Zero, Com Facilidade, Mesmo que Você Não Seja Um Eletricista Profissional: https://ift.tt/2B6Mgwh ⚡️
——

✋🏻 Para os NÃO INSCRITOS 🔴 “NÃO CLIQUE NO LINK” 🚫: https://ift.tt/2pb2BgS
——

👉 Conheça o Curso Gratuito de Eletricista da Engehall Elétrica:
https://ift.tt/2B2XaDh
——

👉 Conheça o Curso de Comandos Elétricos da Sala da Elétrica:
https://ift.tt/31jv3dN
——

✅ Gostou desse vídeo?
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
✍️ Deixe seu comentário
📢 Compartilhe com os amigos
🕵 Siga nossas redes ➽ https://ift.tt/2MyzEU5
– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

👉 Curso NR10 com 20% de desconto:
https://ift.tt/2OEFKoH
——

Como Fazer a Montagem de um Quadro de Distribuição
Não importa qual serviços que iremos desenvolver na área elétrica, ele deve sempre estar nos conformes e seguindo as normas, como a NBR 5410 – Instalações elétrica em baixa tensão – e NR-10 – Segurança em instalações e serviços em eletricidade.

Com a energia fornecida pela concessionária até que chegue em nossas residências. Antes de se alocar nos aparelhos elétricos contidos em nossa casa, ela passa pela pelo quadro de medição, que está associado ao quadro de distribuição.

Este quadro de medição é onde é medido o consumo mensal, que é ligado através de um ramal de entrada ao painel de distribuição do circuito geral denominado QDG .

Por vez, este quadro é o responsável pelo ponto de partida para a alimentação de pontos elétricos espelhada pela casa, em que são divididos em circuitos.

Podem ser divididos em circuitos de iluminação, de tomada de uso geral, tomadas de uso especifico, etc.

Disjuntores
São dispositivos extremamente necessários para o auxílio da proteção de um circuito. Este circuito alimenta as cargas do ambiente.

Analisando os exemplos de montagens dos quadros anteriores, observa-se a existência de barramentos, que contem condutores de proteção e neutro. O primeiro deve estar acoplado ao segundo que deve estar, obrigatoriamente, isolado eletricamente do quadro em questão.

Dessa forma, pode-se obter a segurança contra descargas elétricas no contato indevido com superfícies condutoras.

Como montar um quadro de distribuição elétrica residencial passo a passo
Se você possui dúvidas para se fazer uma montagem de um quadro de distribuição que seja eficiente, confira a seguir algumas dicas.

1 – Divisão de circuitos
Qualquer instalação elétrica eficiente deve possuir, de acordo com cada necessidade apresentada, a divisão de circuitos e, de acordo com a norma, devem estar identificados para a segurança de quem for fazer uma manutenção, ensaios, inspeções e para se evitar defeitos no circuito.

Deve ser lembrado também que a chave geral do circuito deve estar isolada para uma melhor visualizada, principalmente em casos de acidentes onde as pessoas precisam ir rapidamente até o quando e desligar mesmo estando desesperadas.

2 – Previsões
Todo e qualquer circuito de distribuição distinto deve ser previsto, afim de pensar nas futuras necessidades de controle especifico, não deixando esses circuitos serem afetados por falhas de outros circuitos.

Deve ser analisada também a possibilidade de ampliações, que também afeta no grau de ocupação dos condutores e nos quadros de distribuição.

3 – Circuitos individuais
Nesta etapa, deve ser observada as funções dos equipamentos de utilização a serem alimentados. Algumas máquinas necessitam de circuitos individuais, sendo distintos dos circuitos de tomadas e de iluminação.

Levando em considerações as resistências e locais de acomodação (hotéis, motéis etc), os circuitos com equipamentos de necessidade de corrente nominal igual ou acima de 10A, devem ser separados em circuitos individuais.

4 – Equilíbrio de cargas
As cargas devem ser distribuídas de tal forma nas instalações alimentadas com 2 ou 3 fases, de modo a se obter o maior nível de equilíbrio possível entre elas.

5 – Dimensionamentos
Para que não ocorram falhas de queda de energia, curtos-circuitos, queima de equipamentos e outros problemas mais, se faz necessário o dimensionamento das cargas a serem instaladas no circuito de acordo com todos os equipamentos a serem utilizados.

André Mafra

Diretor da Engehall e idealizador dos cursos online de NR10 e Curso de Eletricista.

Deixe uma resposta

Fechar Menu